segunda-feira, 14 de março de 2016

Ato contra a corrupção reúne milhares de pessoas em Aracaju




Infonet > Política > Noticias > 13/03/2016.

Ato contra a corrupção reúne milhares de pessoas em SE.

Organizadores estimam presença de 10 mil participantes.

Uma multidão tomou a avenida principal da Orla de Atalaia [Av. Santos Dumont], na tarde deste domingo, 13, numa manifestação contra a corrupção no país e o Governo da presidente Dilma Rousseff (PT). A estimativa dos organizadores é de que mais de 10 mil pessoas tenham participado ato que começou nos Arcos e terminou na Passarela do Caranguejo. A Polícia Militar já divulgou o número de participantes, em torno de 8 mil.

“Graças a Deus o povo reagiu bem ao chamamento e compareceu a essa manifestação ordeira, pacífica, dentro do clima de brasilidade. As pessoas estão indo pras ruas, se manifestando nas redes sociais e nós queremos o fim da corrupção e o progresso do nosso país”, destaca um dos organizadores, Murilo Gomes, comemorando a quantidade de participantes ao ato.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Aracaju, Nivaldo Santos, "hoje Sergipe, Aracaju, Brasil, começa a dar início a sua carta de alforria. O povo brasileiro começa a se livrar das algemas que lhe foram colocadas na promessa da esperança em que todos seriam trados iguais e seria disponibilizado para todos, a saúde, a educação, a segurança e a honradez e o que nós vivenciamos foi um engodo, a enganação, uma traição ao país e a sua nação. Nós fomos assaltados e por isso esse 13 de março é o início da alforria do povo brasileiro”.

“Chega de tanta corrupção, o povo brasileiro está cansado e é hora da população acordar e construir uma nova fase, uma nova história para os cidadãos”, completa a líder social do município de Estância, Suely Barreto.

Com faixas, cartazes, bonecos infláveis e gritando palavras de ordem contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente Dilma Rouusseff [pedindo o impeachment], contra a corrupção e a favor do desenvolvimento, do juiz Sérgio Moro e da Polícia Federal; os participantes encerraram o ato cantando o Hino Nacional Brasileiro.

Por Aldaci de Souza.

Texto e imagens reproduzidos do site: infonet.com.br/politica

Fotos: Aldaci de Souza/Portal Infonet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário